Conteúdo marcado como Harvard

Falar sobre si mesmo é tão prazeroso quanto sexo

Falar sobre si mesmo é tão prazeroso quanto sexo
Márcia Garbin, no Virgula Uma pesquisa realizada pela Universidade de Harvard e divulgada pelo Daily Mail apontou que falar sobre si mesmo é tão prazeroso quanto sexo. Isto porque os cientistas fizeram um estudo sobre o motivo que faz as pessoas gostarem tanto da própria voz e descobriram que a reação química provocada ao falar sobre a própria vida é a mesma experimentada durante o sexo. Durante a pesquisa foi […]

Casais que se conhecem pela internet se divorciam menos

Casais que se conhecem pela internet se divorciam menos
Segundo estudo, pessoas que procuram um parceiro em sites de relacionamento estão mais dispostas a assumir um compromisso. Isso pode ajudar a explicar a diferença Publicado na Veja on-line Conhecer o marido ou a mulher pela internet é algo cada vez mais comum. Nos Estados Unidos, um estudo recente sobre o assunto mostrou que mais de um terço dos casamentos começa na internet. E, segundo a pesquisa, esses relacionamentos têm […]

A receita da longevidade: comer peixe

A receita da longevidade: comer peixe
Estudo de Harvard descobriu que pessoas que apresentam maiores níveis de ômega-3 no organismo vivem, em média, dois anos a mais do que as outras Publicado originalmente na Veja Uma pesquisa feita na Faculdade de Saúde Pública da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, concluiu que pessoas com mais de 65 anos que têm o hábito de comer peixe podem conquistar uma maior longevidade. De acordo com o estudo, indivíduos dessa […]

O mito do uso de 10% do cérebro

publicado no Universo Racionalista A Lenda Urbana que Disseminou o Mundo O mito do uso de 10% do cérebro é uma lenda urbana que afirma que só se utiliza um décimo da capacidade do cérebro, de modo que grande parte dele é inativa. Segundo a crença popular, se todo o cérebro fosse utilizado, o indivíduo desfrutaria de habilidades sobre-humanas. Alguns argumentam que a porção inativa do cérebro esconde funções psicocinéticas […]

Tristeza não tem fim, dinheiro sim

Tristeza não tem fim, dinheiro sim
Alexandre Rodrigues, no Valor Econômico Quando pesquisava para seu livro “O Poder do Hábito”, o escritor americano Charles Durhigg deparou com uma prática a princípio inexplicável das empresas de cartões de crédito dos Estados Unidos. Sempre que descobrem, comparando dados pessoais, prática permitida no mercado americano, que um de seus clientes se divorciou, as empresas cortam seu limite de crédito. A redução é ainda mais radical caso o cliente seja […]