Conteúdo marcado como ídolos

Felicidade não se compra

Felicidade não se compra
Quero ser feliz modernamente, mas carrego comigo uma depressãozinha básica Arnaldo Jabor, em O Globo Nos meus vinte anos, meu ídolo era o James Bond, bonito, corajoso, entendendo de vinhos e de aviões supersônicos, comendo todo mundo, de smoking. Mundano? Sim, mas Bond tinha a missão de salvar o mundo. Hoje, não. A mídia nos ensina que os heróis da felicidade não têm ideal algum a conquistar, a não ser […]

Adnet – uma vítima dos blogs agoniza em praça pública

Adnet - uma vítima dos blogs agoniza em praça pública
Zeca Camargo, no G1 “A história se repete, primeiro como tragédia, depois como farsa”. Quando escreveu isso, Karl Marx referia-se à diferença entre dois “Bonapartes” – Napoleão e seu sobrinho Luís Napoleão (Napoleão III) –, num contexto tão sofisticado que eu precisaria de incontáveis parágrafos aqui para descrevê-lo propriamente. No entanto, a famosa frase de Marx provou-se uma daquelas sabedorias universais, possíveis de serem usadas em múltiplas situações, em eras […]

Prece pela paz

Prece pela paz
Ricardo Gondim Meu Deus, quanto furor. Narinas não cessam de resfolegar ira em teu nome. Não basta o que já se horrorizou em nome de Jesus? Não há como esconder os navios com almas agrilhoadas. Espada e cruz se misturaram com o sangue de inocentes. Negociaram vidas sob o manto da fé. A fama do nazareno deu lucro aos senhores feudais. O silêncio religioso em chacinas, massacres e perversidades fala […]

Butcher Billy e os seus Super-Heróis da Música

Butcher Billy e os seus Super-Heróis da Música
Quem são os SEUS heróis? Thiago Borbola, no Judão E o nosso amigo Butcher Billy ataca novamente. Mês a mês ele volta com seus mashups de cultura pop — e, dessa vez, o trabalho parece ser bem mais PESSOAL do que os outros, já que ele ilustrou os seus heróis. Morrissey, Ian Curtis, Siouxsie and the Banshees, Gerald Casale, John Lydon, Billy Idol, Robert Smith… O que faz um ícone da cultura […]

Conselhos de pai para filho

Léo Luz, no Brasil 247 Filho, essa carta é pra você. Você ainda não nasceu, sei bem disso. Se nasceu, ainda não me comunicaram, logo esta carta é para você, filho, que hoje, dia vinte e nove de Junho de 2011, ainda não nasceu. Eu ando meio desanimado e desesperançoso com o mundo, a ponto de pensar seriamente se quero que um dia você venha a esse mundo horroroso e […]