Conteúdo marcado como Jorge Luis Borges

Frei Betto: Shakespeare e Cervantes

Frei Betto: Shakespeare e Cervantes
Assim como a obra de Shakespeare consolidou o idioma inglês, Cervantes produziu o mesmo efeito no espanhol Publicado em O Dia Online Em 23 de abril de 1616 — há praticamente 400 anos —, houve festa no céu. Com certeza, um grande sarau literário. Naquela data, dois gênios da literatura universal deixaram o nosso mundo, que tão bem retratam em suas obras: o inglês William Shakespeare e o espanhol Miguel […]

A barragem: porque algumas pessoas são curiosas o bastante para proteger-se da produção cultural da sua época

A barragem: porque algumas pessoas são curiosas o bastante para proteger-se da produção cultural da sua época
Paulo Brabo Alienar-se de quê? Das lembranças que trago da Era Offline esta não é pequena: a sensação de correr ativamente atrás da cultura de massa, de ansiar por ela, de jogar-me no seu caminho, de implorar que ela se despejasse sobre mim – em vez de, como hoje, viver perseguido pela produção cultural na muralha perpetuamente autorregenerada de links da internet, cada um deles redigido para ter maior sucesso […]

Despedida necessária

Despedida necessária
Ricardo Gondim Me despeço dos pensamentos lineares. A tradição religiosa que me formou lida com engrenagem, com causa e efeito e com uma divindade retributiva. Adeus para tudo isso. Ando convicto de que é perda de tempo argumentar com quem se organiza a partir dessas categorias. Como me recuso a rodopiar em torno de postes, como um animal acorrentado, adeus às brigas. Lógicas circulares não levam a lugar nenhum, apenas […]

Após revolta de leitores, colunista da Veja responde sobre se referir a Niemeyer como “metade gênio e metade idiota”

Após revolta de leitores, colunista da Veja responde sobre se referir a Niemeyer como “metade gênio e metade idiota”
Reinaldo Azevedo, em seu blog Título original: Niemeyer e os zurros dos 100% idiotas Ai, ai, grande revolta no Twitter e também aqui porque me referi, num post publicado no fim da noite, a Oscar Niemeyer, que morreu ontem, como “metade gênio e metade idiota”, na pista de Millôr Fernandes, que assim definiu um de seus parceiros de “Pasquim”. Os mais revoltados, como sempre, não leram o que escrevi. Os […]

Em louvor ao livro

Ricardo Gondim Meu pai lia obsessivamente. Todas as vezes que surpreendi papai, ao abrir a porta do quarto sem bater, eu o flagrava com um livro na mão. Ele assinava pelo menos duas revistas de notícias semanais e vários pasquins. Comprava folhetos subversivos não sei onde. Trazia, perigosamente, para casa literatura proscrita pelos ditadores. Professor de história, tinha um  fascínio enorme pela II Guerra Mundial. Na biblioteca, sobravam tomos, fotografias […]