Conteúdo marcado como ler

Assim surgiu a brincadeira da Girafa

Assim surgiu a brincadeira da Girafa
David Castillo, no Facebook Diabo: Precisamos pensar em uma nova estratégia para dominar a mente das pessoas. Sub-Diabo: Hum… deixa eu ver se descubro algo novo no Google. Diabo: Tá… mas antes deixa eu ver meu face. Sub Diabo: Isso chefe, o Face! Diabo: Que tem o Face? Deixei o meu aberto? Sub Diabo: Não chefe, o que eu quero dizer é que a gente tem q usar o Face […]

É oficial: cientistas agora conseguem ler a sua mente

É oficial: cientistas agora conseguem ler a sua mente
Publicado no Gizmodo A ideia existe em contos de ficção científica há décadas, mas agora está perto de se tornar realidade: pesquisadores da Universidade Nijmegen de Radboug, na Holanda, descobriram uma forma de ler a mente das pessoas. Ou, mais especificamente, como decodificar para quais letras do alfabeto uma pessoa está olhando ao analisar ressonância magnética com um modelo matemático especial criado por eles. Assustador. A imagem sugere que os pesquisadores […]

Internet é a maior causa de procrastinação, diz estudo

Segundo pesquisa, 25% das pessoas gastam até uma hora do trabalho com assuntos particulares. Juliana Vines, na Folha de S.Paulo Aquela olhadinha despretensiosa no Facebook pode consumir horas de trabalho. Segundo uma pesquisa divulgada recentemente, 62% das pessoas admitem que navegar na internet faz com que elas procrastinem, adiem tarefas profissionais e pessoais. O estudo, coordenado pelo consultor em gestão do tempo Christian Barbosa, foi feito com cerca de 4.000 […]

Ler, tarefa difícil

Ricardo Gondim Leio Saramago. Dono de um texto recheado de percepções sutis, sua pena é ágil. Saramago tem magia, suas provocações tanto se eternizam como se universalizam. Resolvi copiar um trecho de A Caverna. Entendo que ler, tarefa difícil, implica em ir além. Mas qual além? Deixemos que  o próprio Saramago diga no diálogo entre Cipriano Algor e Marta, a filha: “Vivi, olhei, li, senti, Que faz aí o ler, […]

Em louvor ao livro

Ricardo Gondim Meu pai lia obsessivamente. Todas as vezes que surpreendi papai, ao abrir a porta do quarto sem bater, eu o flagrava com um livro na mão. Ele assinava pelo menos duas revistas de notícias semanais e vários pasquins. Comprava folhetos subversivos não sei onde. Trazia, perigosamente, para casa literatura proscrita pelos ditadores. Professor de história, tinha um  fascínio enorme pela II Guerra Mundial. Na biblioteca, sobravam tomos, fotografias […]