Conteúdo marcado como Luiz Felipe Pondé

Conhece-te a ti mesmo

Luiz Felipe Pondé, na Folha de S.Paulo Decidi mudar. Não serei mais aquela pessoa que acha que as pessoas não mudam e que não há história, mas sim um eterno retorno do mesmo. Nietzsche nunca mais, só Rousseau e seu estado de natureza angelical. Acredito agora nas primaveras que cortam o mundo. Fui à livraria mais próxima, ou melhor, ao iPad mais próximo, e comprei um livro que me indicaram: […]

O fio de cabelo de uma mulher

O fio de cabelo de uma mulher
Luiz Felipe Pondé, na Folha de S.Paulo Dias atrás escrevi que não me preocupo com a África nem com as baleias nem com você. Pânico na bancada da classe média… Muita gente pergunta o que eu queria dizer com isso. Uma pessoa se indignou porque eu tive a ousadia de dizer que ele não era objeto de minha preocupação. Se ele me lê, pensa ele, devo me preocupar com ele. […]

Por que estudar religião?

Luiz Felipe Pondé, na Folha de S.Paulo Você estuda religião? Aposto que, se sua resposta for “sim”, a causa é uma das hipóteses abaixo. Somos previsíveis como ratos de laboratórios. Estudar religião cientificamente seria estudá-la sem fins religiosos, ou seja, “de modo objetivo”: via neurologia, sociologia, antropologia, psicologia, história, filosofia. Trocando em miúdos, estudar religião cientificamente é estudá-la sem fins “lucrativos” para a própria fé do estudioso. Neste sentido, o […]

“Senhorita Christina”

Luiz Felipe Pondé, na Folha de S.Paulo Há algumas semanas, eu escrevia sobre “exus” e sua “ciência das mulheres”. Muitos leitores estranharam a conversa entre o niilista e uma entidade sobrenatural. Lamento dizer que também já conversei com (supostos) “extraterrestres”. Sempre nutri um interesse específico por almas penadas. Não por acaso, tornei-me, entre outras coisas, um estudioso de religião. Para alguém como eu, dado a uma sensibilidade monotonamente cética, espanta […]

Luiz Felipe Pondé: “Exus não são demônios”

Luiz Felipe Pondé: "Exus não são demônios"
Luiz Felipe Pondé, na Folha de S.Paulo Conversava eu com um exu numa festa num terreiro de candomblé quando, de repente, ele começou a falar de mulher. Grande especialista. Para quem é “consumidor” do sexo frágil, exus são grandes mestres. Você já conversou com um exu? Recomendo conversar. Pura sabedoria popular, daquelas que marxistas menos obcecados chamariam de espírito menos alienado porque mais “orgânico”. No caso, a palavra “espírito” tem […]