Conteúdo marcado como poder

Jovens americanas alegam ter o poder de curar pessoas possuídas por demônios

Jovens americanas alegam ter o poder de curar pessoas possuídas por demônios
Trio anti-Harry Potter percorre os Estados Unidos praticando “exorcismo” em pessoas possuídas por “demônios sexualmente transmissíveis” Publicado no Jovem Mix Três garotas percorrem os EUA em nome de Jesus expulsando demônios dos corpos de pessoas condenadas pelas forças do mal. Poderia ser um spin-off de “Instrumentos Mortais” , nova saga teen onde Lily Collins interpreta uma caçadora de demônios em NY, mas é a história real de Brynne ,Tess e Savannah , as texanas conhecidas como “teenage exorcists” , ou exorcistas […]

Artista controla sua obra com o poder da mente

Artista controla sua obra com o poder da mente
Publicado no Hypeness Que a mente tem poderes incríveis já todos sabíamos, mas a artista conceitual Lisa Park elevou a fasquia: ela criou uma obra em que o movimento da água é manipulado a partir das suas ondas cerebrais. Eunoia, o grego de “belo pensamento”, é o nome desta incrível performance. Pra conseguir este resultado, a artista utiliza o dispositivo NeuroSky EEG, que ajuda a transformar a atividade do cérebro em fluxos de […]

Dexter Morgan, padroeiro do século XXI

Paulo Brabo Não chegou até mim arte televisiva contemporânea mais bem escrita do que Dexter, o seriado norte-americano sobre um assassino em série que mata assassinos em série. E não se trata só dos enredos bem amarrados, do uso inteligente e bem-humorado das narrações em off, das ambições shakespearianas dos arcos narrativos e da construção de edifícios de suspense mais altos do que se considerava humanamente concebível. Há a questão […]

O caciquismo protestante como a vanguarda do atraso

Robinson Cavalcanti Quando o Protestantismo de Missão chegou ao Brasil, em meados do século dezenove, esse era um país onde os escravos, os indígenas, as mulheres, os não-católicos romanos e os brancos pobres eram excluídos da cidadania, em um Estado Patrimonial (Faoro) dominado pelo latifúndio, onde não havia regras isonômicas e o público era privatizado pelos “donos do poder”. O quadro não sofre alterações substanciais com a Abolição e a […]