Conteúdo marcado como reflexão

Candeia, Mano Brown, Eu e Você.

Candeia, Mano Brown, Eu e Você.
Publicado por Marcos Almeida Aos 41 anos, o sambista carioca Candeia ouviu seu amigo Cartola gravar os seguintes versos: “se alguém por mim perguntar / Diga que eu só vou voltar / Depois que eu me encontrar” (Preciso me encontrar – gravada por Cartola em 1976). Depois da chamada “curva da desesperança” que os psicólogos falam – aquele período de 11 aos 23 anos – é comum vir um tempo de produtividade, de […]

Qual é a sua loucura?

Qual é a sua loucura?
Meu trabalho principal é o de fazer com que as pessoas reflitam sobre o que elas acreditam, e por que elas acreditam no que acreditam. Publicado por Nelson Costa Jr “Hei de refletir que aquilo que é provável não é necessariamente a verdade, e que a verdade nem sempre é provável”. Freud. Normalmente, deixamos escapar entre os dedos o que uma certa pessoa está dizendo sobre Deus porque sempre tentamos encaixar […]

Intuições sobre salvação

Intuições sobre salvação
Ricardo Gondim Para ser salvo é preciso saber nadar nas águas que escorrem entre as margens do bem e do mal, do ódio e do amor, da delicadeza e da estupidez. É mister também levitar, enchendo os pulmões com o mesmo gás que flutua balões, poetas, romancistas, músicos.  Mas não se aconselha permanecer nas alturas; vez por outra vale acocorar-se ao lado do irmão agrilhoado à crueldade da vida. Para […]

Uma prece pela paz

Uma prece pela paz
Ricardo Gondim Meu Deus, quanto furor. Narinas ainda resfolegam ira em teu nome. Não basta o que já se horrorizou por causa de Jesus? Navios carregaram almas agrilhoadas tanto pela espada como pela cruz. Venderam-se vidas. O nazareno deu lucro à coroa. A humanidade não pode se acostumar que alguém alegue a tua defesa para destilar peçonha. Por que alguns se sentem convocados a arvorar certezas com tanto ranho? O que […]

Bufões no palco da intransigência

Bufões no palco da intransigência
Ricardo Gondim Em diferentes ocasiões me vi provocado a entrar em polêmicas; alpinistas, ansiosos por alguma controvérsia que lhes rendesse fama, me desafiaram para a briga. Lamento admitir: caí na armadilha! Como venho de um meio religioso, povoado de intolerantes que se enxergam separados para defender a ortodoxia, não tive trégua. Senti na pele como alguns se deliciam em ridicularizar os que não se conformam aos seus dogmas. Reconheço, entretanto, que em outros ambientes […]