Conteúdo marcado como opinião + reflexão

A caricatura evangélica

A caricatura evangélica
Por Ricardo Gondim Caricaturas são desenhos em que se exageram determinadas peculiaridades de alguém. Basta retratar orelhas enormes e redondas em um Obama, ou óculos redondos e um John Lennon e temos uma caricatura. Os detalhes, mesmo se já percebíamos, ficam mais evidentes. Com o avanço da direita religiosa dos Estados Unidos, a era Trump expõe os exageros do movimento evangélico. Hipocrisia, venalidade e vassalagem tornam, a cada dia, a […]

Jesus salva – primeiro, os religiosos

Jesus salva – primeiro, os religiosos
Ricardo Gondim Entre as parábolas que Jesus contou, uma inquieta bastante. Eis a narrativa de Lucas 18.9: “Dois homens subiram ao templo para orar; um era fariseu e o outro publicano. O fariseu em pé, orava silenciosamente: ‘Deus, eu te agradeço porque não sou como os outros homens: ladrões, corruptos, adúlteros; nem mesmo como este publicano. Jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho’. Mas […]

O caminho menos trilhado

O caminho menos trilhado
Ricardo Gondim Preciso da divina companhia de quem se atreve acompanhar-me por uma rota deserta chamada vida. Firo, magoo e decepciono muitas vezes. Sofro se não expresso gratidão. Afasto gente querida. Atropelo companheiros. Como sei a dor de olhar para trás e ter remorso de não ter celebrado mais instantes, vez por outra luto para não lacrar as janelas da existência. Contudo, seguir na estrada menos pavimentada parece tanto meu […]

Viver e vencer

Viver e vencer
Ricardo Gondim Por algum motivo, o filme “Casa de Areia” não me sai da cabeça. Sua mensagem de rara beleza me inquieta. A trama se desenrola em 1910. O português Vasco (Ruy Guerra) convence a esposa grávida, Áurea, (Fernanda Torres) a sair em busca do sonho de buscar vida nova em um lugar ermo, possivelmente próspero. Áurea traz a mãe, Dona Maria (Fernanda Montenegro). O sonho se transforma em pesadelo. […]

Heróis morrem, mas covardes sobrevivem

Heróis morrem, mas covardes sobrevivem
Ricardo Gondim “Paulo queria apresentar-se à multidão, mas os discípulos não o permitiram. Alguns amigos de Paulo dentre as autoridades da província chegaram a mandar-lhe um recado, pedindo-lhe que não se arriscasse a ir ao teatro”. Atos 19.30,31 Pânico. A multidão se mostrava pronta para linchar, com demandas religiosas intolerantes e violentas. Paulo tinha acabado de pregar em Éfeso e a mensagem foi bem aceita. Um grande número, simpático às […]