Conteúdo marcado como Robert Greene

Nem talento nem QI bastam para fazer de alguém o máximo

Nem talento nem QI bastam para fazer de alguém o máximo
“Nossos atributos emocionais, como desejo, obstinação e confiança, contribuem muito mais para o sucesso do que nossa capacidade de raciocínio”, diz Greene. Marinete Veloso, no Valor Econômico O talento natural ou o quociente de inteligência (QI) alto não explicam sucessos futuros. É isso o que Robert Greene procura demonstrar em “Maestria” (Sextante),  seu novo livro. Pessoas comuns, observa, podem ter acesso ao nível máximo de excelência, o que ele qualifica […]