Conteúdo marcado como sabedoria

Causas e causos

Marina Silva Gosto de conversar com pensadores do Brasil e do mundo contemporâneo, como na roda de conversa desta semana, promovida pelo Instituto Democracia e Sustentabilidade, ou no contato com o filósofo Renato Janine Ribeiro, que ele relatou esses dias. Alguém pode supor um mero objetivo eleitoral. É muito mais: o diálogo sempre será tão essencial quanto o ar e o alimento. Ora, direis, ouvir filósofos, por certo não queres […]

Do espírito da ressurreição

Do espírito da ressurreição
Will, no Ensaios do Afeto Graças à minha família, sou cristão. Oportunidades não me faltaram para trocar de fé. Estudei com Testemunhas de Jeová e com Mórmons, conheci o espiritismo – li “O evangelho segundo o espiritismo” e alguns trechos do “Livro dos Espíritos” -, aproximei-me de outras expressões de fé como o Budismo, o Islã e a fé Baha’í, mas nunca me vi não cristão. Quando criança, aprendi na […]

Eclesiastes 1 em minhas próprias palavras

Eclesiastes 1 em minhas próprias palavras
Ricardo Gondim Vazio por cima de vazios, tudo não passa de uma gigante vaidade. Todo suor é vão; todo esforço, inutilidade. Sob as lajes frias do cemitério jazem os ossos secos de homens e mulheres que calejaram as mãos por coisa alguma. O mar lava a praia, arrastando em seu movimento perpétuo, gerações inteiras. O sol silencioso e frio sela destinos, e em sua jornada cotidiana não toma conhecimento dos […]

Minha gente

Ariovaldo Ramos Jesus pergunta aos seus alunos, o que o povo pensa dele como o ser humano por excelência, o Filho do Homem. Os alunos responderam que o povo o comparava com João, o Batista; com Elias; com Jeremias; ou com algum dos profetas. . Profetas, estes três, representantes, respectivamente, do juízo, da ira e do castigo de Deus. . Jesus, então, sem fazer comentário sobre a opinião popular, pergunta […]

A crise do budismo no Brasil

DISSIDENTE – Muniz passou por uma dezena de correntes budistas até fundar seu próprio templo: histórias de subserviência e preconceito Publicado originalmente por Rodrigo Cardoso na ISTOÉ Foi de forma clandestina que o budismo desembarcou no Brasil, há 103 anos. Chegou com os primeiros imigrantes japoneses, no Porto de Santos, em São Paulo. Naquela época havia aqui um movimento contrário à vinda de religiosos não cristãos. Muitos monges entraram no País travestidos […]