Conteúdo marcado como saudade

Do espírito da ressurreição

Do espírito da ressurreição
Will, no Ensaios do Afeto Graças à minha família, sou cristão. Oportunidades não me faltaram para trocar de fé. Estudei com Testemunhas de Jeová e com Mórmons, conheci o espiritismo – li “O evangelho segundo o espiritismo” e alguns trechos do “Livro dos Espíritos” -, aproximei-me de outras expressões de fé como o Budismo, o Islã e a fé Baha’í, mas nunca me vi não cristão. Quando criança, aprendi na […]

Show de insensibilidade: Manifestação de alguns internautas cristãos sobre a tragédia de Santa Maria provoca repulsa

Show de insensibilidade: Manifestação de alguns internautas cristãos sobre a tragédia de Santa Maria provoca repulsa
A tragédia no município gaúcho de Santa Maria parou o país e comoveu o mundo. Uma onda de comoção inundou as redes sociais com mensagens de solidariedade. No entanto, algumas vozes cristãs se levantaram e as opiniões emitidas provocaram a revolta de muitos internautas. Abaixo, outras manifestações de jovens cristãos que estão sendo amplamente divulgadas nas redes. Optei por omitir os nomes. #muitotriste Sinceramente sobre a tragédia em Santa Maria soh tenho […]

Depois de tudo…

Depois de tudo…
Ricardo Gondim Depois de tudo resta esse sentimento inominado muitas vezes confundido com tristeza. Fica a sensação de perda, o oco de algo que nunca ocupou totalmente. Sobra o medo de saber que nada bastará para preencher o vazio avassalador que o tempo sobrecarregou. Depois de tudo remanesce uma saudade, não do que aconteceu, apenas das pessoas que nos tocaram. Fica o desespero de não lembrar nome e de saber […]

Eu aposto no viver

Ana Clara Cabral Apressa-me a vontade de viver, sede insaciável. Um querer desesperador inquieta o coração. Crendo no que ainda não existe, mantenho minha fé no que sinto. E sigo. No caminho do afeto, sonhos sendo (des)construídos. Em um encontro, o que era plural torna-se singular, as duas mentes se fazem um só corpo. Descubro-me no teu silêncio e me faço presente. Vida sendo breve, sendo intensa, sendo toque, calor, […]

O amor perdoa tudo

Fabrício Carpinejar, no Zero Hora [via Blog do Carpinejar] . Fotos de amor são ridículas, mas ainda mais ridículo é nunca tirar fotos de amor. . Não há como esnobar certas aparições, manter pose de intelectual e prometer que dessa máquina não beberei. . Existem fotografias obrigatórias na nossa existência, fiascos essenciais que continuaremos reproduzindo até o Juízo Final. Representam estreias, nascimento, inaugurações, onde é impossível rejeitar o clique. Guarde […]