Conteúdo marcado como surpresas da internet

Chico Buarque e a maldade humana

Luíz Caversan Ao contrário do que dizia Jean-Jacques Rousseau sobre os selvagens bonzinhos do mato, nós, pós-índios da cidade, somos muito ruins. Malvados, mesmo, desde criança. A maldade, como já disse aqui, está no DNA do ser humano, se não se expressa cotidianamente, está aí quietinha, pronta para dar as caras. E não dá mais as caras porque as convenções sociais contêm ao menos um pouco esta ruindade intrínseca –aquela […]