Conteúdo marcado como tédio

Pessoas inteligentes são mais preguiçosas

Pessoas inteligentes são mais preguiçosas
É provavelmente culpa da falta de tédio: quem gosta de desafios mentais fica confortável perdido nos próprios pensamentos e acaba se mexendo menos. Ana Carolina Leonardi, na Superinteressante Se você adora um desafio mental, é bem capaz que tenha mais preguiça de ir até a academia. Um estudo americano desvendou a relação entre atividade cognitiva e atividade física e concluiu que, pelo menos durante os dias úteis, as pessoas que […]

4 culpados pela falta de concentração

4 culpados pela falta de concentração
Publicado em O Globo Mídias sociais, as campeãs Psicólogos do site médico “WebMD” apontam as mídias sociais como as maiores responsáveis por nos tirar do foco: elas facilitam a conexão com os amigos e nos desconectam do trabalho. A dica é evitar abrir sites de mídias sociais durante o expediente. Se for impossível, deixe para os intervalos. Multitarefas, as enganadoras Se você é mestre na arte da multitarefa, provavelmente sente […]

Como se manter motivado em um ano de crise

Como se manter motivado em um ano de crise
Anna Carolina Rodrigues, na Você S/A Está em todos os lugares: 2015 será um ano difícil para a economia e para a maioria dos negócios. A expectativa é de baixo crescimento do PIB neste ano que se inicia. Isso significa poucos investimentos e resultados mais modestos. Como sempre ocorre em períodos assim, a pressão no trabalho aumenta, o talento é questionado, as perspectivas de crescimento profissional ficam distantes e um […]

Feliz Ano Novo

Feliz Ano Novo
Um belo 2015 aos que colecionam utopias, fazem das mãos arado e, com o próprio suor, regam as sementes solidárias que cultivam Frei Betto, em O Globo Feliz Ano Novo aos que acordam em 2015 sem a ressaca da culpa, plenos de vida na qual a paixão sobrepuja a omissão e o encanto tece luzes onde a amargura costuma bordar teias de aranha. A quem não sonega afetos, arranca de […]

Tristeza dura mais tempo do que qualquer outra emoção

Tristeza dura mais tempo do que qualquer outra emoção
Carol Castro, no Ciência Maluca Tom Jobim e Vinicius de Moraes estavam certos: tristeza não tem fim, felicidade sim. Essa tal alegria é breve. Dura apenas 35 horas no seu peito. Já a tristeza… ah, a tristeza, amigo. Essa vai te pentelhar por cinco looooongos dias. A constatação vem de uma pesquisa encabeçada por dois cientistas da Universidade de Leuven, na Bélgica. Eles pediram a 233 pessoas para rememorar episódios recentes […]