Conteúdo marcado como tempos

O amor é uma escolha de investimento na vida

O amor é uma escolha de investimento na vida
título original: Para além do niilismo Luiz Felipe Pondé, na Folha de S.Paulo O leitor sabe que meu pecado espiritual é o niilismo. Enfrento-o dia a dia como qualquer moléstia incurável. O tema já foi tratado por gênios como Nietzsche, Turguêniev, Dostoiévski, Cioran. Deixo meu leitor em companhia desses gigantes, muito melhores do que eu. A tragédia também me acompanha em todo café da manhã, essa concepção grega de mundo […]

10 dicas para seu tempo render

10 dicas para seu tempo render
Profissionais de todos os segmentos e de escalões, de alto a baixo, lamentam não ter mais tempo para realizar todas as tarefas do dia, inclusive as pessoais publicado no Administradores A falta de tempo é um problema crônico e motivo de muitas queixas no mundo corportativo. Profissionais de todos os segmentos e de escalões, de alto a baixo, lamentam não ter mais tempo para realizar todas as tarefas do dia, […]

2014, a Copa que o Brasil já perdeu

2014, a Copa que o Brasil já perdeu
Thiago Arantes, no ESPN O Brasil será o grande derrotado na Copa do Mundo de 2014. Esqueçam esquemas táticos, análises técnicas, convocações, gols ou arbitragem. A derrota não virá numa zebra nas oitavas de final contra a Bélgica, num duelo épico de quartas contra a Itália, numa semifinal angustiante contra a Espanha ou num Maracanazzo reloaded contra a Argentina. O Brasil perdeu, leiam bem. O que vai acontecer com a […]

A nostalgia do burro inteiro

A nostalgia do burro inteiro
Publicado por David Butter Milito pelo antiontem. Vejo na nostalgia um mal a ser combatido. Tento escapar dela, nem que nessa rejeição gaste um pouco do meu futuro. Se tenho uma nostalgia, uma só na expressão de um mal a ser praticado “socialmente”, essa nostalgia é a nostalgia do burro inteiro. A nostalgia do burro inteiro é a minha cerveja. Talvez seja o destroço de sinapses antigas, memórias dos meus dias de […]

O sertanejo universitário na era da imbecilidade monossilábica

O sertanejo universitário na era da imbecilidade monossilábica
Um movimento circular, no qual aquele que nada tem a oferecer intelectualmente alimenta com sua arte quem já se encontra morrendo de inanição cerebral Rafael Teodoro, no Jornal Opção Há uma tendência idiomática, estudada pelos gramáticos e linguistas, e mesmo constatável empiricamente, que consiste na ação do falante de abreviar as palavras. Assim, palavras longas são reduzidas ao longo do tempo. Exemplo clássico encontra-se no pronome “vocês”. Esta forma, tal […]