Conteúdo marcado como viver

Morar em um país menos conservador faz bem para a saúde

Morar em um país menos conservador faz bem para a saúde
Carol Castro, no Ciência Maluca Alô, eleitor, a ciência adverte: viver num país conservador pode fazer mal para a sua saúde. O aviso vem de um estudo americano. Por lá, os felizes cidadãos que vivem em estados administrados por governos liberais (equivalente aos de esquerda daqui), que priorizam os direitos sociais e se abrem para temas polêmicos, como legalização da maconha, aborto e casamento gay, levam uma vida mais saudável. […]

Viver e vencer

Viver e vencer
Ricardo Gondim Por algum motivo, o filme “Casa de Areia” não me sai da cabeça. Sua mensagem de rara beleza me inquieta. A trama se desenrola em 1910. O português Vasco (Ruy Guerra) convence a esposa grávida, Áurea, (Fernanda Torres) a sair em busca do sonho de buscar vida nova em um lugar ermo, possivelmente próspero. Áurea traz a mãe, Dona Maria (Fernanda Montenegro). O sonho se transforma em pesadelo. […]

Sua vida não pertence a Deus. Pertence a você

Sua vida não pertence a Deus. Pertence a você
Publicado por Leonardo Sakamoto Caro amigo, desculpe a postagem pública, mas achei que não ia se importar. Espero que a reflexão lhe seja útil neste momento de dor, mas também de paz. Ele é o meu longo abraço para você. Aos demais leitores, esta é uma reflexão que gosto de compartilhar sempre que a inexorabilidade do tempo se faz presente. Sei que o clima atual é festivo. Mas a morte […]

10 Situações estranhas que ninguém gostaria de viver

Você escuta seus amigos comentarem e reza pra que não te aconteça. publicado no Oba Oba! Você já escutou algum amigo seu ou familiar contando uma história muito bizarra que com certeza deixou a pessoa sem saber onde enfiar a cabeça? Então, aposto que na hora você já fez uma reza pra que algo desse tipo nunca te aconteça. Nós somos especialistas em “weird situations” e resolvemos separar as piores […]

La Vita

La Vita
Yago Licarião, no Retalhos e Frestas Viver é um filme ruim sem trilha sonora. Não, não sou nem estou desacreditado da vida, tampouco quero desmerecê-la. É que grandes produções hollywoodianas e filmes estrangeiros excêntricos possuem algo em comum: sua capacidade de amplificação. Dentro da película, mesmo cenas simples do cotidiano estupefazem com um bom ângulo e saturação. Já a nossa vida, se gravada, certamente não faria nenhum sucesso. Não bateríamos recordes […]